Se declínio das abelhas continuar ocorrendo, corremos o risco de perder uma parte significativa da flora do mundo.

A importância das abelhas e outros polinizadores para conservação da agricultura e do ecossistema.

Sem a polinização realizado pelas as abelhas, cerca de um terço de todas as colheitas que comemos teria que ser polinizada por outros meios, ou produzirimos menos comida. Onde acredita-se que 75% de nossas culturas sofreriam alguma diminuição na produtividade, onde todos já sabem que nesse papel as abelha são insubstituível precisamos da mesma.

Sem dúvida, as culturas mais nutritivas e interessantes na nossa dieta (incluindo muitos legumes e várias frutas em particular, a produção de maçãs, morangos, tomates e amêndoas seria alguns exemplos), juntamente com algumas culturas utilizadas como forragem utilizado na produção leiteira e carne, seria gravemente afetado por uma queda da abelhas e demais insetos como polinizadores.

Ao lado de plantas de cultura, a maioria das plantas selvagens (cerca de 90% delas) precisam polinização das abelhas para reproduzirem.

As abelhas e polinizadores selvagens desempenham um papel crucial na agricultura e produção de alimentos. No entanto, o atual modelo de química industrial intensivo na agricultura está ameaçando ambos. Há uma forte evidência científica provando que neonicotinóides e outros pesticidas desempenham um importante papel no declínio das abelhas.

Quais as medidas a serem tomadas enquanto a tempo:

1) Proibir o uso de pesticidas – Começando com o topo do ranking pesticidas mais perigosos para as abelhas que são os setes: (Imidacloprid, Tiametoxam, Clotianidina, Fipronil, Clorpirifos, Cipermetrina e Deltametrina).

2) Um ação nacional “planos polinizadores, apoiar e promover práticas agrícolas que beneficiar os serviços de polinização dentro de sistemas agrícolas.”

3) Conservação dos recursos naturais e semi-naturais habitats ao redor paisagens agrícolas, bem como aumentar a biodiversidade dentro de campos agrícolas.

4) Aumentar o financiamento para pesquisa e desenvolvimento em práticas agrícolas ecológicas que se afastam dependência de controle de pragas química para biodiversidade.

A equação e como matemática: sem abelhas = sem polinização e sem polinização = sem alimentos..

E como podemos combater esta grande ameaça?

Participando e divulgado a campanha do Greenpeace entre outras que tem com objetivo conscientizar mais pessoas e autoridades pois: Para salvar os seres humanos, antes é preciso salvar as abelhas.

O Filme divulgado pela Greenpeace coloca as abelhas operarárias dos enxames como militares de guerra contra o uso de pesticidas que e apontado no estudo como o grande vilão da causa Distúrbio do colapso das colônias (CCD – colony collapse disorder).

abelha-greenpeace

Entre no site e assine a petição e compartilhe nas mídias essa campanha:

http://sos-bees.org/greenbees/ * Clique em (SIGN THE PETITION) para assinar a petição.

BEE OR NOT TO BE? * Participe também do BEE OR NOT TO BE?. Assine a petição.

Vamos abraçar esta causa, assinem e compartilhem!!

Albert Einstein disse: “Sem abelhas não há polinização. Não há reprodução da flora. Sem flora não há animais. Sem animais, não haverá raça humana. A humanidade terá apenas mais quatro anos de existência.”