Imagine o planeta sem Abelhas.

Imagine o planeta sem peras saborosas, belas flores ou morangos suculentos.

Agora, imagine o planeta sem um terço de todo o alimento global.

Silenciosamente, bilhões de abelhas em todo o planeta estão morrendo de maneira expressiva, colocando em perigo nossa cadeia alimentar. Por isso, precisamos barrar novamente a Bayer – a maior produtora de neonicotinóides da atualidade. E por quê isso? Embora alguns estudos mostrem que o distúrbio do colapso das colônias (CCD – colony collapse disorder) seja a combinação de vários fatores, em especial a perda de habitat, de pasto apícola ou até doenças, o uso de agrotóxicos é apontado com o seu maior violão, em especial os inseticidas neonicotinóides, que são de alta toxidade para abelhas. E como podemos combater esta ameaça? Vamos nos mobilizar novamente, compartilhar e assinar as petições para que, através delas, consigamos por meio de uma legítima pressão popular barrar a empresa Bayer!

Segue as Petições:
1) BAYER: Salve as Abelhas!
2) Fim Aos Inseticidas Neonicotinóides E Ao Lobby das Multinacionais! Vamos Proteger Nossas Abelhas e Biodiversidade!
* Uptade: 3) Sem Abelha Sem Alimento (Bee or not to be) Uma iniciativa de um grupo de pesquisadores liderado pelo CETAPIS (Centro Tecnológico de Apicultura e Meliponicultura do Rio Grande do Norte apoia pela CBA (Confederação Brasileira de Apicultura). * Clique ao topo do site (Bee or not to be) e assine o manifesto em proteção às Abelhas!

polinização

Albert Einstein disse: “Sem abelhas não há polinização. Não há reprodução da flora. Sem flora não há animais. Sem animais, não haverá raça humana. A humanidade terá apenas mais quatro anos de existência.”